SIGA NAS REDES SOCIAIS
06/08/2018 11h14

Simone diz que disputa o governo para honrar o MDB e o nome de André


Redação 96FM
Simone aceita disputar o governo (Foto: Divulgação )

A senadora Simone Tebet confirmou a condição de pré-candidata a governadora pelo MDB numa reunião ocorrida na sexta-feira (3) com 24 prefeitos na sede do diretório estadual do partido.

Pressionada, senadora aceita enfrentar o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) e o juiz aposentado Odilon de Oliveira (PDT).

“Estou aqui como pré-candidata do MDB, atendendo a um pedido do nosso líder André Puccinelli e é para ganhar a eleição”, afirmou aos prefeitos, depois de receber apoio unânime dos presentes.

No encontro, o senador Waldemir Moka (MDB), presidente em exercício do partido, revelou que os entendimentos com os partidos aliados estão adiantados e que o lançamento de Simone manteve todos os acordos firmados ate agora. Segundo ele, o partido está unido e fortalecido com a decisão de Simone em se lançar candidata.

Simone participou ainda de uma reunião com os demais pré-candidatos da coligação, oportunidade em que recebeu, novamente, apoio total dos companheiros.

“Estamos juntos, unidos pelo MDB e, sobretudo, num desagravo ao nosso maior líder, o ex-governador André Puccinelli. E vamos fazer uma campanha vencedora, conhecendo os desafios e apresentando as melhores propostas, mostrando para o cidadão que podemos propor um melhor caminho para que tenhamos progresso, mais emprego e mais segurança”, disse ela ao final dos encontros.

A convenção deste sábado (04) na sede de campo da Associação Nipo Brasileira, prevista para começar às 8h, vai confirmar as coligações e as chapas de candidatos a deputado federal e deputado estadual.

Para o Senado, o MDB decidiu lançar apenas um candidato, o senador Waldemir Moka, que tenta a reeleição, e a senadora Simone Tebet será confirmada como candidata a governadora.

Nos encontros de ontem Simone deixou claro que sua candidatura não tem volta e que acredita numa vitória com o apoio de todos os companheiros e aliados.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *